dable>

Seguidores

Publieditorial

Publieditorial

On

Nostalgia: Novela Bambolê - Rede Globo 1987 -post de estréia


Estreia hoje a Coluna Nostalgia. 

Tentarei mostrar pra todas as Divas e Divinos que acompanho nosso blog,  o motivo de admirar tanto este nosso mundinho.

10 aninhos. essa era minha idade quando esta novela passou.

E Ladies ficava fascinada.  Não perdia um capítulo sequer.
Achava o Maurício Mattar um principe.

Pena que a Globo não reprisa viu! Eu amava Marta personagem de Suzana. Era a primeira vez que me dava conta de meu nome na tela da globo kkkk(lê-se: vontade de ser diva kkk)

Leo Jaime e Os Miquinhos Amestrados - "Conquistador Barato" (Fantástico, 1987)


Eu dancei muito ouvindo a trilha desta novela, minha mãe ria muito e fazia umas saias rodadas com babados. Rosa de bolinhas brancas que amor!
**********************************************************************************
Bambolê foi uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo em 1987,



.
Abertura da novela Bambolê, exibida na Globo em 1987, escrita pelo autor Daniel Más.

Dados do Wikpédia
  • Foi lançada com produção primorosa, no rastro da minissérie Anos Dourados.
  • O processo de criação contou com a colaboração de Gilberto Braga e Sílvio de Abreu.
  • O título, segundo o autor Daniel Más, se referia ao brinquedo, em moda nos anos 50. Mas também traduzia o jogo de cintura do personagem Álvaro Galhardo (Cláudio Marzo), que se recusava a aceitar os valores de uma sociedade hipócrita e moralista.
  • Foi a primeira novela dos atores Guilherme Leme, Denise Fraga e Cláudia Lira.
  • A novela fez relativo sucesso, com média geral de 44 pontos no horário.
  • Última novela escrita por Daniel Más, que faleceria um ano após seu término.
  • Joana Fomm brilhou mais uma vez com a mulher arrogante, fria e calculista chamada Fausta. Já Sandra Bréa deu um sedutor toque à trama com sua vedete chamada Glória Müller.
  • A novela teve problemas com a pesquisa de época encomendada pela emissora. Vários capítulos tiveram que ser regravados antes da novela estrear.
  • Produção:
    - Para recriar o Rio de Janeiro do final dos anos de 1950, a produção de Bambolê realizou um primoroso trabalho. Na cidade cenográfica de Guaratiba, reproduziu-se um quarteirão antigo de Ipanema. Ali, foram construídas as residências de Álvaro e Marta, pontos centrais da história, onde se desenvolve a maior parte da ação. A área de lazer nas redondezas de Ipanema também eram destaques do cenário. O exterior da casa de Fausta foi gravado na Vila Geraldo, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro.
    - Outro cuidado da produção foi reproduzir as embalagens dos produtos de beleza da época, já que a personagem Marta era vendedora de cosméticos. Os acessórios dos cenários, assim como os figurinos e os carros de época, também retratavam com perfeição o glamour dos anos de 1950.   


(Sandra Bréa e Cláudio Marzo)

O bambolê era um brinquedo que fez criançada se divertir na década de 50. Com o lançamento da novela “Bambolê”, de Daniel Más, baseada no romance “Chamas e cinzas”, de Carolina Nabuco, o brinquedo retornou para a alegria de todos.

A trama foi exibida pela Rede Globo em 1987, às 18h. O autor contou com a valiosa colaboração de Gilberto Braga e Sílvio de Abreu. Na direção dos 172 capítulos estiveram Wolf Maia, Atílio Riccó e Ignácio Coqueiro.

A trama se passava no bairro de Ipanema no ano de 1958. Para isso, a emissora recriou na cidade cenográfica de Guaratiba um quarteirão típico de Ipanema, onde ficava a casa de alguns personagens.

Outra parte foi gravada em Vila Geraldo, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Já a trilha sonora, super caprichada, trazia músicas nostálgicas embalada pelo sucesso da minissérie “Anos dourados”, de Gilberto Braga. Era uma novela de época, mas não tinha a intenção de fazer um registro da década.

A história girava em torno do viúvo Álvaro Galhardo (Cláudio Marzo) que mantinha um relacionamento aberto e moderno com suas três filhas: Ana (Myrian Rios), Yolanda (Thaís de Campos) e Cristina (Carla Marins). Esse era o núcleo mais importante da trama. Sem falar na doce personagem da Ba/Edite, vivido pela inesquecível atriz Jacyra Sampaio.


O viúvo acabou redescobrindo o amor em Marta (Suzana Vieira), uma mulher desquitada, que enfrentava a ira de sua cunhada Fausta (Joana Fomm).

A filha Ana se apaixonava por Luís Fernando (Paulo Castelli) enquanto era paquerada pelo empresário Barreto (Rubens de Falco), o melhor amigo de seu pai. A bela Yolanda se envolvia com Murilo (Maurício Mattar), o filho de Marta.

(Paulo Castelli, Myrian Rios e Denise Fraga)

Enquanto, Cristina, sempre disputando a atenção do pai com as irmãs, descobria que não era filha legítima de Álvaro e se envolveu com Luís Fernando culminando em um casamento infeliz.


(Rubens de Falco e Joana Fomm)

O grande destaque da novela foram os trabalhos das atrizes Joana Fomm, no papel de uma mulher fria, calculista e arrogante que centralizava toda a ação, e de Sandra Bréa, que sem dúvida deu um toque sedutor à história no papel da vedete Glória Mueller.

(A inesquecível Sandra Bréa)

A novela marcou a estreia na Globo dos atores Guilherme Leme, Denise Fraga e Cláudia Lyra.

No elenco estavam, entre outros, os atores Herval Rossano, Norma Blum, Armando Bógus, Jonas Mello, Cláudio Corrêa e Castro, Germano Filho, Riva Nimitz, Antônio Pedro, Mila Moreira, Regina Restelli, Jacqueline Lawrence, Antônio Calloni e Hugo Gross. 
Elenco
Cláudio Marzo/ Suzana Vieira/ Joana Fomm/ Paulo Castelli/ Myrian Rios/ Rúbens de Falco/ Sandra Bréa/ Maurício Mattar/ Thaís de Campos/ Carla Marins/ Cristina Restelli/ Mila Moreira/ Guilherme Leme/ Jacqueline Laurence/ Antônio Calloni/ Denise Fraga/ Hugo Gross/ Rodolfo Bottino/ Antônio Pedro/ Riva Nimitz/ Felipe Fonseca/ Herval Rossano/ Norma Blum/ Jacyra Sampaio/ Cláudia Lira/ Eri Johnson/ Nico Magno/ Carla Daniel/ Guido Brunini/ Guilherme Corrêa/ Germano Filho/ Andréa Avancini/ Antônio Gonzalez/ Joyce de Oliveira/ Catarina Dahil/ Henrique César/ Armando Bógus/ Jonas Mello/ Cláudio Corrêa e Castro.
Abertura
 
 
 
 

Trilha sonora 1

  1. "Conquistador Barato" – Léo Jaime
  2. "An Affair To Remember (Our Love Affair)" - Nat King Cole
  3. "Você" – Dick Farney e Norma Benguell
  4. "(You've Got) Personality" – Lloyd Price
  5. "Desafinado" – Gal Costa
  6. "You Are My Destiny" – Paul Anka
  7. "Coisa Mais Linda" – Caetano Veloso
  8. "La Vie En Rose" – Louis Armstrong
  9. "In The Mood" – Glenn Miller Orchestra
  10. "Eu Sei Que Vou Te Amar" – Carla Daniel
  11. "Mack, The Knife" – Bobby Darin
  12. "Festa do Amor" – Patrícia Marques
  13. "The Great Pretender" – The Platters
  14. "Ela é Carioca/ Rio/ Garota de Ipanema" – Roberto Menescal
  15. "Jailhouse Rock" – Elvis Presley
  16. "Canta Brasil" – Ângela Maria

Trilha sonora 2

 

  1. "See You Later, Alligator" – Bill Haley & His Comets
  2. "Eu Não Existo Sem Você" – Maysa
  3. "Blue Moon" – The Marcels
  4. "Olhos Castanhos" – Francisco José
  5. "Nel Blu Dipinto Di Blu (Volare) – Domenico Modugno
  6. "Que Será" – Dalva de Oliveira
  7. "Next Door To An Angel" – Neil Sedaka
  8. "Tequila" – Sílvio Mazzuca
  9. "Donna" – Ritchie Valens
  10. "Puppy Love" – Paul Anka
  11. "Vivo Sonhando" – Sílvia Telles
  12. "Wake Up, Little Susie" – The Everly Brothers
  13. "Balada Triste" – Agostinho dos Santos
  14. "True Fine Mama" – Little Richard
  15. "Cabecinha No Ombro" – Alcides Gerardi
  16. "Moon River" – Andy Williams
  17. "Mulher de Trinta" – Miltinho
  18. "Little Star" – The Elegants

Patrícia Marques - "Festa do Amor" (Globo de Ouro, 1987)


Site pesquisados:
Rede Globo,youtube e Wikipédia

Um comentário:

  1. Coleguinha vc tirou essas preciosidades de la do fundao do bau hemmm, adorei.

    ResponderExcluir

Gotas de felicidade!
Adoro quando leio seu comentário!
Obrigada pelo carinho!

Rumo a 4.000 seguidores

Muitos Prêmios



Voltar ao topo