dable>

Seguidores

No Ceará é assim: Para a nossa Compulsividade!!!


Em especial para o Grupo do Usuário Compulsivo

Dicionário Cearense





.

Vocabulário cearense (Cearencês)

Consulte se não entender o que escrevo kkkkkkkk

ABESTADO - Otário.
ABIROBADO - Maluco.
ABUFELAR - Agarrar pela gola, agredir.
ACUNHAR - Chegar junto.
AI' DENTO - Resposta a qualquer provocação.
ALFININ - Espécie de rapadura.
ALPERCATA - Sandália de couro.
AMANCEBADO - Amigado, aquele que vive maritalmente com outra.
AMARELO QUEIMADO - Cor laranja.
ANDE TONHA! - Expressão popular que indica o ato sexual.
APETRECHADA - Dotada de beleza fsíca.
ARIADO - Desnorteado
ARRE EGUA! - Interjeitção que pode significar qualquer coisa a depender
do tom de voz e da ocasião (alegria, irritação...).
ARRUDIAR - Dar a volta.
AVALIE - Imagine.
AVEXADO - Apressado.
BAE DE CUIA - No jogo de futebol, corresponde a lençol.
BAITOLA - Viado. (A palavra tem origem na construção da primeira
estrada de ferro do Ceará. O chefe da obra era um engenheiro inglês,
muito afetado, que repetia "atenção para a baitola" se referindo
a bitola (distância entre os trilhos).
BAIXA DA ÉGUA - Lugar distante.
BALDEAR - Perturbar.
BATER A CAÇULETA - Morrer.
BATER FOFO - Não cumprir um compromisso.
BATORÉ - Baixinho.
BILA - Bola de gude.
BILOTO - Botão.
BLANCHUR - "Filósofo" muito citado no Ceará.
BOCA QUENTE - Lugar perigoso.
BREADO - Melado, sujo.
BRENHA - Lugar longe de difícil acesso.
BRIBA - Pequena lagartixa.
BRUGUELO - Criança pequena.
BULIDA - Mulher que perdeu a virgindade.
BUNEQUEIRO - Quem bota boneco (ver "butar buneco").
BUTAR BUNECO - Criar confusão, perder a linha, farrear bastante
BURRINHO - Garrafa de Coca-Cola cheia de cachaça.
CAGADO - Sortudo.
CAMBITO - Perna fina.
CANELAU - gente pobre, plebe rude.
CÃO CHUPANDO MANGA - Corajoso, competente, mulher muito feia.
CAPAR O GATO - Ir embora.
CATREVAGE - Gente cafona.
CAXAPREGO - Lugar distante.
CEROTO - Sujeira preta na pele devido a falta de banho.
CHABOQUE - Tampo. "Chico deu uma topada que tirou o chaboque do dedo"
CHAPA - Radiografia; dentadura.
CHAPEU DE TOURO - Chifre.
CHEIO DOS PAU - Bêbado.
CHULIPA - Tapa na orelha com um dedo no sentido vertical.
CIBAZOL - Coisa sem valor. "Não vale um cibazol".
COMÉDIA - Programa divertido. "Hoje nos vamos pras comédias".
CORRALINDA - Coisa linda, pessoa bonita.
CORRER FROUXO - Ter em abundancia. "Ali o dinheiro corre frouxo".
COURO DE PICA - Algo que vai e volta. "Esse namoro é que nem couro de
pica".
CRUZETA - Cabide para camisas e calças.
CU DE CANA - Cachaceiro.
CUMELAO - Garanhão.
CUSTAR - Demorar. "O ônibus esta custando muito".
DAR O GRAU - Caprichar. "Pode deixar que vou dar o grau no seu carro"
DAR O MAIOR 10 - Gostar muito.
DAR O PREGO - Enguiçar.
DIABEISSO! - Que diabo e isso! Expressão de espanto.
DESTRENADO - Sem graça. "Fica todo destrenado quando elogiado".
EMPAZINADO - Que comeu alem da conta.
EMPATA FODA - Chato que fica atrapalhando o namoro do casal.
EMPRIQUITAR - Cismar, não aceitar.
ENGABELAR - Enganar, iludir.
ENGOMAR - Passar roupa.
ERRADO - Desordeiro, arruaceiro.
ESCROTO - Bom de briga; cafajeste.
ESTRIBADO - Cheio da grana.
FAZER HORA - Fazer gozação.
FAZER MAU - Desvirginar. "Ele fez mau a moca".
FAZER SABÃO - Sexo entre lésbicas.
FAZER TERRA - Quando a mulher mete o dedo no fiofó do homem
durante o ato sexual.
FECHICLER - Zíper.
FOI MAL - Perdão.
FRESCAR - Fazer uma brincadeira. "Se zanga não, to só frescando".
FULERAGE - Coisa sem valor.
FUMANDO NUMA QUENGA - Puto da vida.
GALALAU - Homem alto.
GASGUITA - Mulher com voz esganitada.
GASTURA - Mal estar.
GATORRÉI - Prostituta.
GIGOLETE - Passadeira, diadema, arco.
GRELADO - Concentrado.
GUARIBADA - Dar uma caprichada.
INGEMBRADO - Torto.
INHACA - Mal cheiro do sovaco.
ISPILICUTE - Do ingls "She's pretty cute". Engraçadinha.
ISPRITADO - Enfurecido.
ISTRUIR - Desperdiçar.
LERIADO - Conversa fiada.
LETRECA - Cafona.
LISO - A pior ofensa para um cearense. E muito mais que uma pessoa
sem dinheiro. O liso esta para o cearense assim como o "looser"
está para o americano.
MACHORRÉI - cara, amigo, o meu...
MAGOTE - Bando, grupo.
MALAMANHADO - Mal vestido, desajeitado.
MALDAR - Interpretar no mau sentido.
MANE BOFÃO - Conhecido "restauranteur" de Fortaleza,
especialista em pratos finos tais como: panelada,
buchada, sarrabulho, tripa de porco, rabada,
sarapatel e mão de vaca.
MANGAR - Ridicularizar.
MANJUBA - Pênis grande.
MARMOTA - Coisa estranha.
MEIOTA - Meia garrafa de cachaça.
MELADO - Bêbado.
MEROL - Bebida.
MEUZOVO - Expresso de discórdia, uma ova. "Juca e um político honesto
- honesto meuzovo!
MININORRÉI AMARELO - Criança chata.
MIOLO DE POTE - Coisa sem importância.
MOI DE CHIFRE - Corno.
MUNDICA - Gente pobre, plebe rude.
NUM FRESQUE NÃO! - Pare com essa brincadeira!
PAI D'EGUA - Porreta, legal, bacana.
PÃO SOVADO - Pão de massa fina.
PAPEIRA - Caxumba.
PAPEL DE ENROLAR PREGO - Pessoa grosseira.
PASTINHA - Franja.
PASTORAR - Vigiar.
PÉ DE PAU - Árvore.
PÉ DE PLANTA - Arbusto.
PEBA - De ma qualidade.
PEDIR PENICO - Desistir.
PELEJAR - Tentar exaustivamente.
PENSO - Torto.
PIMBADA - Trepada.
PITEU - Mulher jovem e bonita.
PRESEPEIRO - Espalhafatoso, escandaloso.
QUEIMA RAPARIGAL! - Grito de guerra, incentivo para
as meninas agitarem
RACHA - Pelada, jogo de futebol.
RACHADA - Forma com que os baitolas se referem as mulheres,
com uma boa dose de despeito.
RATA - Gafe.
REBOLAR NO MATO - Jogar fora, atirar.
REBORREIA - Resto, coisa que não presta.
REMELA - Secreçao ocular.
RESPEITE! - Expressão usada quando uma coisa e muito boa.
"Respeite a festa de ontem".
SABACU - Surra.
SALSEIRO - Confusão.
SAMANGO - Soldado raso.
SEM FUTURO - Mau negócio, pessoa despreparada.
SIBITE BALEADO - Pessoa miúda ("sibite" e um pequeno passaro).
SÓ O BURACO E A CATINGA - Pessoa dismilinguida. "Ele pegou uma gripe
ta que é só o buraco e a catinga.
SÓ O MI - Diz-se de alguma coisa muito boa.
SUSTANÇA - Energia dos alimentos. "Rapadura tem sustança".
TEM E ZÉ - E muito difícil. "Tu ganhar de mim na sinuca? Tem E ZÉ
TIRA A MACAUBA DA BOCA - Quando alguém fala de forma inintelígivel.
TRISCAR - Tocar.
TÚ LA CHUPA PICA! - Você não é de nada!
ULTIMO TIRO NA MACACA - Diz-se de uma mulher que completou
30 anos e não casou.
VARAPAU - Homem alto.
VERMINOSO - Fominha (futebol).
VEXADO - Apressado.
VISAGE - Fantasma, aparitpo.
VIXE! - Virgem Maria.
ZUADENTO - Barulhento.
ZAMBETA - Cambota.

Um cheiro!!!!!

Dia da Pesagem!


Nossa eu estava hiper nervosa!
Afinal há 40 dias atrás me pesei.
Resultado: 85,9 Kg
Fiquei arrasada!
Neste dia tinha me pesado por acaso, estava em Ra desde dezembro e como , visivelmente, estava muito acima do peso evitava a balança.
Então sabia que tinha emagrecido um pouquinho.
Nada mais sensato do que enfrentar a bendita balança.
Então conclui que deveria estar em torno de 90kg.
Fui pra casa arrasada(nossa quase 86kg).
Em minha melhor fase pesava 62Kg.
Como pude ficar assim....

Então ontem 30/03/09 tinha que enfrentar de novo a "mardita" da balança.

Chorei gente...e pulei de alegria!!!

80,25Kg

Só quem passa por isso sabe o quanto que é gratificante estar 5Kg mais magra!
Nossa meu sorriso não coube na boca hahahahahah

O início.....se perder mais 15kg saibam estarei feliz....
A luta continua!

Se eu comer como uma pessoa normal, viro obesa de novo',

Se eu comer como uma pessoa normal, viro obesa de novo', diz Cristiana Oliveira

Atriz, que volta às novelas em 'Paraíso', conta ao EGO que se sente 'uma criança desprotegida' quando precisa se expor

Lorena Vazquez Do EGO, no Rio


Marcio Nunes/Photo Rio News

Cristiana Oliveira

Este ano Cristiana Oliveira completa 20 anos de carreira, que serão comemorados com muito trabalho. Em junho ela entra na novela "Paraíso", de Benedito Ruy Barbosa (o mesmo autor que há 19 anos lhe deu de presente a Juma Marruá, de "Pantanal"), e até o final do ano pretende lançar a peça "Uma relação delicada", da qual também assina a produção.

Aos 45 anos e há pouco mais de um ano afastada da TV, Cristiana encerra agora uma fase de reabastecimento, onde estudou Filosofia, História da Arte, fez aulas de voz e corpo e workshops de atores. Isso sem largar a análise e a malhação, que a mantém longe da possibilidade de voltar a engordar - Crica foi obesa na adolescência e não esconde o trauma que isso lhe causou.

EGO - Quase vinte anos depois de "Pantanal" você volta a fazer uma novela do Benedito Ruy Barbosa. Demorou para a parceria de sucesso se repetir, né?

Cristiana Oliveira - A gente vinha se falando por causa de "Pantanal" e ele comentou que faria uma novela e que adoraria voltar a trabalhar comigo. Fiquei muito feliz porque "Pantanal" foi um divisor de águas na minha vida. Fui pé de coelho para o Benedito (risos).

Você já confessou ser uma pessoa tímida. Um novo papel, um nodo desafio, te deixa insegura?

Quando estou com meus personagens não sou tímida, mas quando tenho que me expor, me sinto uma criança desprotegida.

Marcio Nunes/Photo Rio News

Cristiana Oliveira

Você diz quando vai a um evento e se depara com fotógrafos, é isso?

Isso. Morro de vergonha, não sei onde botar as mãos. Tem uma menina dentro de mim que se apodera em situações de exposição. Não me sinto à vontade e pode até ser que eu assuma um personagem para me defender. Já tentei trabalhar isso mas não consigo.

Com análise?

Faço análise há 35 anos. Comecei aos 10 anos. Acho que eu tinha algum déficit de atenção. Eu era extremamente hiperativa. Claro que teve momentos em que recebi alta, mas acabei voltando porque acho que faz bem para a minha vida.

O que mais faz bem para a sua vida?

Não abro mão de malhar. Tenho uma academia montada em casa, mas também gosto de correr na praia. Ando muito ansiosa porque estou produzindo muito intelectualmente, então coloco o exercício como terapia.

Você é do tipo que come por ansiedade?

Já bloqueei na minha vida isso de comer por ansiedade. Quer me ver feliz é botar na minha frente um prato de estivador com arroz, feijão, bife, batata-frita, ovo e farofa, mas não posso. Sou uma obesa magra. Meu metabolismo é muito lento. Se eu comer como uma pessoa normal viro obesa de novo.

Em que fase da vida você foi obesa?
Fui obesa aos 16 anos e depois aos 22, depois de ter a Rafaela (sua filha mais velha, de 22 anos). Estou magra há 23 anos. Mas em 2005 tive hipotiroidismo, comia muito e não percebia e ganhei 12 quilos. Aí comecei a fazer tratamento com hormônio e emagreci.


Isso te marcou muito, né?

Cheguei a vestir 36 mas me olhava no espelho e me sentia gorda. Tive uma luta muito grande com a obesidade. Cheguei a pesar 105 quilos na adolescência. Fui muito rejeitada, sofri demais. Eu era extremamente insegura, então fiquei traumatizada e não queria que isso voltasse a acontecer.

Está feliz com o seu corpo hoje?

Hoje tenho 66 quilos e 1,76 de altura. Não sou magrinha. Sou mulher brasileira e adoro ser assim. Mas acho que meu corpo é um nada. Tem que estar à mercê dos personagens.


E se o personagem da sua vida, aquele irrecusável, exigisse que você engordasse bastante. Você toparia ou não pegaria o papel?
Não sou hipócrita. Eu entraria em um conflito pessoal muito grande. Amo minha profissão mas a obesidade foi um trauma muito grande na minha vida. Eu precisaria de um tempo para digerir a proposta, mas acho que aceitaria sim.

Como faz para não passar esse trauma para as suas filhas?

A Rafaela é gordinha desde novinha. Ela tem a minha genética, não tem jeito. Mas ela tem uma auto-estima muito grande, não se incomoda com isso. Digo para ela: 'Desde quando magreza é virtude?'. Então, ela tem esse valor. Eu só me preocupo com a saúde dela.

O que não entra na sua geladeira?

Aqui em casa não tem doce, sorvete ou fast-food. Nós três (ela, e as filhas Rafaela e Antônia Helena, de 9 anos) temos uma nutricionista que nos acompanha. Mas claro que de vez em quando a gente tem vontade de comer um cachorro-quente. Aí, compramos a salsicha e comemos.

Seu último trabalho na TV foi uma participação especial na noveja "Sete Pecados", no final de 2007, mas você já fez várias novelas seguidas. Escolheu fazer essa pausa?

Não tenho a ansiedade da TV, e sim de manter meu trabalho como atriz atualizado. Por isso faço Filosofia, História da Arte, aula de voz e aula de corpo. Adoro televisão e acho um exercício maravilhoso mas, às vezes, tem que haver um equlíbrio entre personagem e disponibilidade interna.

no coments


Auto-Estima é tudo!!!




Quanta pretensão!!!!!!!!!!!!!


Estavam reunidas, a Sininho, a Fiona e a Angelina Jolie , na Disney, jogando conversa fora...

Aí a Sininho disse: - 'Eu sou a menor fadinha do mundo!!!'
A Fiona revidou: - 'Sou a ogra mais feia do Planeta!!!
E
a Angelina Jolie finalizou: - 'Sou a mulher mais linda, inteligente e maravilhosa do mundo!!!
Mas elas queriam que isso fosse comprovado...
Pegaram o GuinessBook...

A Sininho abriu na pagina 873...e realmente estava lá:
- Sininho, A Menor Fada Do Mundo....todos ficaram impressionados.........
A Fiona pegou o livro, abriu na página 585 e estava lá escrito:
- Fiona, A ogra mais feia do mundo . 'OOOOOHHHHH' todos.
Por último, a Angelina Jolie pegou o livro, abriu na página 97... depois de
alguns minutos de silêncio e uma cara de fúria, (PRATICAMENTE NUM ATAQUE DE NERVOS), ela gritou: -Quem é essa Marta??? rsrsrsrs

Continue a brincadeira e passe adiante,afinal auto-estima é tudo.

Tenha uma linda semana!!!

Tô viva meus amores!















Olá meus amores!!

Depois de 72 horas (hahahahahahah) mudando o lay-out do blog enfim sobrevivi.

Agora está mais enxuto!
As vezes enchemos o blog de informação e esquecemos que muitas pessoas não possuem banda larga né!
Consegui criar um selinho para o blog(êba), estou proxima de 1500 visitantes( e olha que achava que ninguém passava por aqui),Estou surpresa comos visitantes, tem gente até do Japão kkk
ôbrigadô.... arigatô.... kkkk

Estou desenvolvendo um novo blog será o terceiro e último.
Deverá se chamar de Lagarta á borboleta!
Estou elaborando o conteúdo ainda, tentarei postar nele material para motivação contando um pouco minha estória + ou -
Estou viciada gente!
è muito gratificante ...
Ops volto já!
cheiro



Mulher luta contra a tentação de comprar

Mulher luta contra a tentação de comprar

Nossa estou cada vez mais impressionada.

Acabei de assistir o globo reporter, cujo tema trouxe diversos tipo de compulsividade.
Mais duas delas me emocionou. Uma mulher que tinha compulsão por comer e outra por comprar. Já passei por estas duas.
Nossa há bem pouco tempo tinha pilhas e pilhas de roupas etiquetadas em meu guarda-roupa.
Nossa Ufa!
Diferente do que foi abordado, e o que me emocionou é que estes dois problemas tive que entrar e sair deles por força de vontade! Não tenho nenhum apoio de familiares(eles sempre criticam e apontam as falhas), mas tenho grandes amigos que precisaram me trazer a vida novamente. Visitem o site tá! do GLobo repórter e veja lá os vídeos

Globo Repórter

27/03/09 - 23h14 - Atualizado em 27/03/09 - 23h14


Saiba mais sobre grupos de apoio a compulsivos e especialistas em compulsões

Plantão 24 horas: (11) 3315- 9333

Associação de familiares, amigos e pessoas com Transtorno Obsessivo-Compulsivo e Síndrome de Tourette do Rio de Janeiro
Site: www.riostoc.org.br
E-mail: contato@riostoc.org.br


Hermano Tavares – psiquiatra do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, coordenador do programa ambulatorial integrado dos transtornos do impulso
E-mail: contato@amiti.com.br

Grupo de Apoio Comedores Compulsivos Anônimos
Site: www.ccarj.org.br
E-mail: contato@ccarj.org.br

Pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) sobre a vulnerabilidade das mulheres a compulsões no pós-parto
E-mail: evertonbs@yahoo.com

Mulher luta contra a tentação de comprar

Para evitar o consumo excessivo, a administradora Juliana Nunes faz terapia de grupo na Santa Casa do Rio de Janeiro. Cartões de crédito ficam sob os cuidados de uma pessoa de confiança.

Com apoio da família, a administradora Juliana Nunes está enfrentando e vencendo o desejo incontrolável de consumir. Rapidamente dá para mostrar todas as bolsas que ela já comprou – fora as que ela já deu. Não é ostentação, é compulsão.

São 40 calças jeans. Juliana conta que não usa todas as peças. Uma delas está até com alfinete, porque nunca foi usada. Por que ela compra sabendo que tem tantas outras em casa?

"É uma pergunta cuja resposta eu estou começando a aprender agora. É uma resposta que eu não tenho como dar de pronto. Quando eu vejo, já comprei", diz.
Estudos publicados em vários países sugerem que até 20% da população mundial tenham algum transtorno compulsivo. Cigarro, drogas, álcool. Nesses casos, um componente químico provoca a dependência.

Mas, segundo psicóloga Elizabeth Carneiro, a agitação da vida moderna abriu o leque de possibilidades nas alterações de comportamento. São os exageros na frente do computador, no sexo e nas compras, por exemplo. "Comportamentos como comprar e jogar são capazes de ativar as mesmas zonas cerebrais que a ingestão de álcool e drogas, por exemplo", explica.

Endividada, Juliana passou a pedir dinheiro e o cartão de crédito da tia Ângela Castro, com quem mora. Até que a tia percebeu que Juliana sofria de algum tipo de transtorno. Ângela convenceu a sobrinha a procurar ajuda na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Mas não foi tudo.

"A primeira medida prática foi dizer para ela que eu não ia mais usar meu cartão de crédito para financiar as compras dela. Eu disse que só compraria remédio", lembra Ângela.

A terapia de grupo na Santa Casa acontece duas vezes por semana. Juliana não toma medicamentos, apenas precauções. Como, por exemplo, deixar os cartões de crédito bem longe, com alguém de sua confiança. Ela está aprendendo a lidar com as tentações. Mas quem escapa dos apelos nas vitrines e da força desse tipo de sedução?

"Isso acaba sendo um dificultador, porque é muito difícil detectar os limites entre o normal e o patológico, já que todo mundo consome muito", diz Elizabeth Carneiro.

Juliana revela: uma vitrine cheia de promoções ainda é mais forte do que ela. "Isso está mudando. Não ter dívidas já é a parte boa de parar de comprar, a parte que me dá alento, me dá forças. Sair de um shopping sem comprar é uma grande vitória", diz Juliana, emocionada.

Mulher luta contra a tentação de comprar

Nossa estou cada vez mais impressionada.

Acabei de assistir o globo reporter, cujo tema trouxe diversos tipo de compulsividade.
Mais duas delas me emocionou. Uma mulher que tinha compulsão por comer e outra por comprar. Já passei por estas duas.
Nossa há bem pouco tempo tinha pilhas e pilhas de roupas etiquetadas em meu guarda-roupa.
Nossa Ufa!
Diferente do que foi abordado, e o que me emocionou é que estes dois problemas tive que entrar e sair deles por força de vontade! Não tenho nenhum apoio de familiares(eles sempre criticam e apontam as falhas), mas tenho grandes amigos que precisaram me trazer a vida novamente. Visitem o site tá! do GLobo repórter e veja lá os vídeos

Globo Repórter

27/03/09 - 23h14 - Atualizado em 27/03/09 - 23h14

Mulher luta contra a tentação de comprar

Para evitar o consumo excessivo, a administradora Juliana Nunes faz terapia de grupo na Santa Casa do Rio de Janeiro. Cartões de crédito ficam sob os cuidados de uma pessoa de confiança.

Com apoio da família, a administradora Juliana Nunes está enfrentando e vencendo o desejo incontrolável de consumir. Rapidamente dá para mostrar todas as bolsas que ela já comprou – fora as que ela já deu. Não é ostentação, é compulsão.

São 40 calças jeans. Juliana conta que não usa todas as peças. Uma delas está até com alfinete, porque nunca foi usada. Por que ela compra sabendo que tem tantas outras em casa?

"É uma pergunta cuja resposta eu estou começando a aprender agora. É uma resposta que eu não tenho como dar de pronto. Quando eu vejo, já comprei", diz.
Estudos publicados em vários países sugerem que até 20% da população mundial tenham algum transtorno compulsivo. Cigarro, drogas, álcool. Nesses casos, um componente químico provoca a dependência.

Mas, segundo psicóloga Elizabeth Carneiro, a agitação da vida moderna abriu o leque de possibilidades nas alterações de comportamento. São os exageros na frente do computador, no sexo e nas compras, por exemplo. "Comportamentos como comprar e jogar são capazes de ativar as mesmas zonas cerebrais que a ingestão de álcool e drogas, por exemplo", explica.

Endividada, Juliana passou a pedir dinheiro e o cartão de crédito da tia Ângela Castro, com quem mora. Até que a tia percebeu que Juliana sofria de algum tipo de transtorno. Ângela convenceu a sobrinha a procurar ajuda na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Mas não foi tudo.

"A primeira medida prática foi dizer para ela que eu não ia mais usar meu cartão de crédito para financiar as compras dela. Eu disse que só compraria remédio", lembra Ângela.

A terapia de grupo na Santa Casa acontece duas vezes por semana. Juliana não toma medicamentos, apenas precauções. Como, por exemplo, deixar os cartões de crédito bem longe, com alguém de sua confiança. Ela está aprendendo a lidar com as tentações. Mas quem escapa dos apelos nas vitrines e da força desse tipo de sedução?

"Isso acaba sendo um dificultador, porque é muito difícil detectar os limites entre o normal e o patológico, já que todo mundo consome muito", diz Elizabeth Carneiro.

Juliana revela: uma vitrine cheia de promoções ainda é mais forte do que ela. "Isso está mudando. Não ter dívidas já é a parte boa de parar de comprar, a parte que me dá alento, me dá forças. Sair de um shopping sem comprar é uma grande vitória", diz Juliana, emocionada.

Paleta Coastal Scents 88 Cores

Paleta Costal 88 cores-Meta(...) Cumprida!


Confesso que quando eu elaborei a lista, esta paleta não estava no script. Navegando pela blogosfera, me deparei com ela e me apaixonei, foram cerca de dois meses para encontrar quem a vendia. Encontrei...e dei-me de presente , afinal eu mereço pela primeira vez na vida ter algo de bom gosto kkk
Estava com medo , pela 1ª vez comprava algo fora dos meus sites de compras preferidos(Americanas.com, Submarino e Saraiva). Estava seguindo apenas a indicação de uma garota que conheci aqui no blog!
Estava aflita!
Foram 19 dias de espera!

E confiando na minha querida Sinthia, que conheci e tratamos do processo pelo Orkut. Porém com tantas indicações fui pelo meu instinto!
e amei toda sua colaboração .
Rápida e prática! Pena que os correios não seja tão eficientes como ela né!

Quando o ouvi: Correio!!! Correio!!!
Pulei da rede e lá estava ele na porta. Nem acreditei.
-A Srª Marta Victor por favor
-Sou eu
-Seu Sedex chegou Sra , poderia assinar!
hahahahahah

Com um sorriso de orelha a orelha abri o pacote.
Tava no selo: Orlando-Flórida
Nossa!!!

É linda e as cores são bem mais bonitas assim de perto!
Logo imagin
ei um monte de makes.
Vou ficar uma "CORRALINDA",um "piteuzinho" quero ver!

Ah gente nada paga o prazer que estou sentindo agora.
Quando decidi viver mais, (e criar este blog) jamais pensei que tudo correria assim tão bem! Lógico encontro várias pedras no caminho !
Porém determinação, confiança e fé a gente chega aonde quer!!!

Um cheiro!!!

Pesagem....




Estou aflita...falta alguns dias para me pesar ...
kkkkk
Melhor rezar e fechar a boca até lá!!!

Pesagem....


Estou aflita...falta alguns dias para me pesar ...

kkkkk

Melhor rezar e fechar a boca até lá!!!

A Vida no Ventre!!!

Dá uma passadinha lá

http://www.natgeo.com.br/br/

(Belas e imortais) PIN-UP's

http://arquivosdegaveta.blogspot.com/2008/07/imortais-pin-ups.html

(Belas e imortais) PIN-UP's

Quando surgiram, no final do século XIX, na França, sua denominação e formas ainda não eram as que hoje conhecemos. Inspirados pela Art Nouveau, em voga naquele momento, Alphonse Mucha e Jules Cheret criam um estilo que influenciou diversos ilustradores e personificou o ideal masculino de mulher.
"As primeiras imagens femininas em poses sensuais tornaram-se propagandas pujantes nos cartazes de uma época em que os teatros de revistas transformavam dançarinas e atrizes em estrelas". Na América, a revista
Life se encarregou de reproduzir o fenômeno, trazendo em suas páginas, em 1887, a chamada Gibson Girl. Um belo exemplar dos dandies, tão coberta e comportada que é difícil associá-la ao protótipo de Pin-up que habita nosso imaginário. "Mas capaz de seduzir os rapazes com seu charme e as moças com suas roupas na moda. Tanto que, em 1903, Charles Dana Gibson era o ilustrador mais bem pago do país".

Além de reconhecimento, o novo século iniciou com produções mais ousadas. Os desenhos de Raphael Kirchner merecem destaque por apresentar, na década de 1920, a vida parisiense através de mulheres sedutoras, com pouca ou nenhuma roupa – por vezes preservando apenas o púbis – e em situações que sugeriam lesbianismo. "Apesar da censura, os traços elegantes do movimento Art Nouveau acabaram por tornar aceitáveis as figuras desnudas, que passaram a estampar de filtros de cigarros a caixas de bombons".
Foi a partir dos anos 1930, no entanto, com o aparecimento de novos desenhistas, como o americano
George Petty e o peruano Alberto Vargas, que o gênero se popularizou de fato. Uma nova estética foi criada, inaugurando o período dourado das, então alcunhadas, Cheesecake. Especula-se que o termo, documentado neste sentido em 1934, seja derivado da expressão better than cheesecake (literalmente: melhor do que bolo de queijo) usada na gíria do começo do século.
Fosse qual fosse a designação, o sucesso destas figuras era incontestável. Tanto que a revista americana Esquire exibira, desde o seu primeiro número, nos intervalos das suas páginas de política e literatura, uma Petty Girl (...) estabelecendo, em 1939, o primeiro ‘caderno central de três páginas’, que deveria ser desdobrado e destacado”.
No ano seguinte, a publicação do primeiro calendário da Varga Girl vira best-seller e as belas garotas, com cinturas quase irreais e pernas desproporcionais, ganham o título de Pin-up’s, referindo-se ao ato de pendurá-las (do inglês: to pin up) em paredes, armários e toda a sorte de locais possíveis. Conquistam também o respeito de revistas como
Time, Cosmopolitan e Look, que vêem nessa estética a possibilidade de trazer mais cor e graça as suas páginas, encomendando esboços das estrelas de cinema.

Ingênuas ou fatais, desastradas ou habilidosas, elas eram idolatradas pelos soldados americanos que serviam as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial. Estampadas até sobre a fuselagem de aviões, tornaram-se uma espécie de alívio para aqueles que arriscavam a vida nos campos de batalha, sendo, assim, carinhosamente chamadas de “arma secreta”.
Aliás, o entre-guerras acabou sendo, de certa forma, o verdadeiro genitor deste tipo de artista gráfico. Nesta época os desenhos de
Gil Elvgren ganhavam as ruas em cartazes de propagandas de coca-cola, entre outros produtos, imputando a ele o estigma de “chefe da escola maionese” e artista comercial. Não se pode negar, porém, a preocupação de Elvgren em identificar as mudanças sutis ocorridas no American Way of Life.

As modificações foram gradativas, mas perceptíveis aos olhos atentos. Após a “ajuda” dada aos pracinhas, ao “alistarem-se” como enfermeiras ou trajando uniformes da marinha, as garotas do calendário “elevaram-se de símbolo sexual libertino à ‘deusas guerreiras’ e acaba personificando a mulher americana - segura de si e audaciosa”. Tais como as Elvgren’s girls: bonitas e independentes, elas se preocupam com a beleza sem deixar suas outras atividades prejudicadas por isso. Já não dependem dos homens, são elas que colocam água no filtro, assam o churrasco do domingo, votam e até trocam pneus. Diferente das jovens concebidas por Art Frahm que, inocentes, perdem suas calcinhas a qualquer momento.

Zoë Mozert é outro nome clássico do estilo. Ela e Joyce Ballantyne eram os exemplares femininos, dentre a profusão de testosterona, dos traços que enlouqueciam os homens. No Brasil, o representante da classe foi o gaúcho José Luiz Benício da Fonseca. Benício, como é conhecido, foi o responsável pela ilustração de mais de 300 cartazes para o cinema nacional, incluindo as famosas pornochanchadas dos anos 1960. Além de produzir as capas de livros do escritor espanhol Lou Carrigan, que relatavam as histórias da bela Espiã Número Um da CIA, Brigitte Montfort. Assim criou, também, Giselle, para o livro do jornalista David Nassar: A Espiã Que Abalou Paris a qual, não por acaso, era a mãe de Brigitte.

Voltando a América do final dos anos 1940, é possível notar o fenômeno de humanização daquelas moças de papel que, agora, ganham vida ao serem encarnadas por atrizes como Betty Grable (a preferida dos pracinhas) e Marilyn Monroe ou fotografadas como a voluptuosas Bettie Page. Contudo, a glória e liberdade destas modelos estavam com dias contados. Os conservadores anos 1950 iniciaram e impuseram, as pin-up’s fotografadas, papéis mais tradicionais, como o da inocente virgem eterna, relegando, à elas, espaço apenas nas revistas masculinas.

Para piorar, o advento da Playboy, em 1953, acaba tornando ainda mais curta esta trajetória, por desconstruir a imagem quimérica existente até então.

“Por trás das suas reivindicações de liberação sexual, a revista faz da pin-up uma boneca sem personalidade. As poses são previsíveis, as fotos retocadas - as modelos são fotografadas no frio, para que as suas mamas fiquem arrebitadas. A pin-up da geração Playboy ou Pirelli - o calendário da marca de pneus nasce em 1964 - afastou-se do grande público”.


Contudo, a morte desta estética não estava anunciada. Afinal, décadas depois, ainda é possível apreciar criações interessantes, mesmo com estilo mais contemporâneo, um tanto agressivo, como as produzidas pelos desenhistas Jennifer Janesko, Hajime Sorayama e Olivia De Berardinis. Ou ainda, o resgate feito pela revista Vanity Fair, em 2006, em um ensaio com as principais promessas femininas do cinema. Todas em trajes e poses que lembram a época de ouro das cheesecake.



Sem contar com a reencarnação dos espetáculos burlescos (uma corrente que vê as garotas combinarem, no palco, o cabaré com o strip-tease kitsch) de New York, que tem em Dita Von Teese seu mais famoso exemplar. Além, é claro, das diversas anônimas que se travestem para uma viagem ao passado e dos muitos admiradores que se contentam apenas em colecioná-las.

Tudo leva a crer que esta estética ainda perdurará por muito tempo, ainda que sua trajetória lembre, por vezes, uma montanha russa.

O maior Ilustrados de Pin-Ups Brasileiro


Conhece o Benício? Bem eu como amo pin-ups estou aqui para divulgar o site dele: http://www.benicioilustrador.com.br/ Ele deu uma entrevista rápidissíma no Olha Voce no SBT No blogspot encontrei uma página muito interessante só falta atualizar! http://documentariobenicio.blogspot.com/

Para mim:
As pinups abordam o tema da sexualidade com muita inocência... creio que é isso que lhes dá fascínio.
O meu padrão de beleza é visto nelas!!!

...


O que esta imagem representa?
Ela possui um significado que na minha vida foi importante, traçoeiro , desmotivador, angustiante.
Um peso,uma angústia!
Ninguém se importa com ela pois todos decidiram que uma pessoa somente deveria se sacrificar.
Mas ou menos assim: Enquanto a gente vive, fica aí tá!!!
O Ideal da vida é que a gente tenha nossas próprias escolhas e aprenda a correr risco.
Geralmente quando decidem o que é melhor, não para mim mas para uma situação...pronto todo mundo se faz de desentendido e alguém tem que pagar o pato.
Ruim para quem quer ser o bonzinho da estória pois acaba perdendo oportunidades de crescimento.
Estou louca para ter uma reuniãozinha familiar só que desta vez o assunto seja:
Está livre para ser feliz!!!
Ou pelo menos alguém pergunte: O que posso fazer por vc? ou Tudo bem contigo?!
A gente estar onde a gente se põe!
Logo recado dado!

Mensagem para semana!!










"Não sobrecarregues os teus dias com preocupações desnecessárias, a fim de que não percas a oportunidade de Viver com alegria.
Não tens o que possuis, tens aquilo que dás!!!
Acima do que sabes, vales aquilo que és!!!
Sobre a própria palavra, olha as ações que crias!!!
Mais além do que podes, importa o que toleras!!!
De tudo quanto Crês, vale mais o que fazes!!!
Em tudo quanto sofras, guarda a fé viva em Deus!!!
Bendize as provações que te marcam a estrada, pois através delas é que conseguimos perder gradativamente o peso do egoísmo que nos agrilhoa nas trevas da ignorância."

A fase triste passou...espero!





















Bem esta semana foi muito chata:
Quarta -Feira soube que uma colega de trabalho está com CA
Sexta -Feira- Minha querida Gislaine desencarnou
Sábado- Presenciei uma cena muito chata que me desestabilizou. Fiquei asustada nervosa. Me pûs no lugar daquela situação e fiquei meio desesperada.

Eis que o telefone toca, meu anjinho da guarda me liga, conversamos sobre muitas coisas mas como ele me conhece , no final tocou na ferida, foram quase uma hora e meia de desabafo!!!
Não teve jeito, chorei muito muito.
Estava fingindo estar bem mais não deu pra segurar.
Recebi inúmeros conselhos, me deu força para seguir!
Ao desligar vi que precisava disso.
Uma injeção!
Infelizmente as pessoas que mais me põem pra cima estão morando muito longe de mim. Mas é uma coisa cósmica: Se não estou bem elas sentem sei lá e o telefone toca e me fortaleço novamente.
Então escuto esta canção e tudo fica bem:

That's The Way It Is (tradução)

Celine Dion

Posso ler sua mente
E conheço sua estória
Eu entendo pelo que você está passando, sim
É uma escalada difícil
E sinto muito
Mas eu sei que você vai conseguir, sim

Não se renda
Porque você pode vencer
Nessa coisa chamada amor

Quando você mais deseja
Não tem saída fácil
Quando você estiver pronto para partir
E seu coração ficar na dúvida
Não desista da sua fé
O amor chega para aqueles que nele acreditam
E é assim mesmo

Quando você me questiona
Por uma resposta simples
Eu não sei o que dizer, não
Mas é evidente (que)
Se você se mantiver firme
Você vai encontrar o caminho

Então, não se renda
Porque você poder vencer
nesta coisa chamada amor


Quando a vida estiver vazia
Sem amanhã
E a solidão começar a chamar
Meu bem, não se preocupe
Esqueça sua tristeza
Pois o amor vai conquistar tudo... tudo!
E é assim mesmo

Em suma: Ame-se

Tristeza


Ai gente, estou chorando!
Um colega de trabalho me deu uma notícia hoje que me deixou arrasada!
Dna Gislaine uma mulher maravilhosa, grande amiga, conselheira e que se intitulava minha madrinha de casamento, faleceu de AVc depois de complicações em uma cirurgia de Hérnia em Recife!!!
Liguei pro Neto em seguida, ele tá arrasado!
Nossa última conversa foi a pouquissímo tempo!
Foi longa, longa até demais.
Estava apreensiva, com a cirurgia e acreditem cheira de planos.
Uma senhora amável!!!
Nunca tive problema com ela!
Em Maio de 1999 quando eu era uma simples estagiária do depto de qualidade, todos diziam: Cuidado ela é uma fera!
Me faziam um medo enorme mas nunca fui de dar ouvidos.
Nos falamos desde o 1º dia que entrei na empresa que há quase 10 anos trabalho.
A forma franca e verdadeira de falar o que lhe dava na telha , a rendeu muitos inimigos pois ela não puxava saco de ninguém e detestava hipocrisia.

Querida ...seus últimos conselhos vieram todos agora de uma só vez!
Que Deus a tenha em um ótimo lugar!!!
Tô com saudade de suas gargalhadas, sua maturidade e de seus olhos azuis!

Gislaine Jarreta te amo!
ao 59 anos nos deixa como ela mesma dizia:
"sou uma pessoa que sonha com o verdadeiro amor , mesmo que a distancia.sou paciente e responsável."

p.s: Ainda bem que a beijei muito e repeti essa frase no nosso último encontro!

Meu nome é Das Dores


É assim que estou hoje!

Na madrugada inteirinha cólicas e cólicas!
Não dormi nada!
Oh ovários policiísticos para me enlouquecerem!
Um caos!
Tô andando toda torta!
A pressão 9 por 6!!!
Afê!!!

A Dra Já disse: Cuide em engravidar!!!

Pórem sou daquele tipo de mulher que se a gravidez vir será uma felicidade, mas confesso que esse não é minha prioridade!!!
E também tenho medo pois, será uma longa jornada até eu pegar um bucho(hihihi). O babado tem que ser tão planejado que tenho que me programar...começar tratamento enfim... agora não ....

ai ai ai
ai ai ai
Voltar ao topo